Início Curiosidades e variedades Experiências assustadoras feitas com humanos

Experiências assustadoras feitas com humanos

5 min read
0
0
1,039
Acompanhante UniversitáriaAcompanhantes São Paulo

Experiências assustadoras feitas com humanos

Experiências assustadoras feitas com humanos

Experiências assustadoras e cientistas malucos parecem estar atrelados um ao outro. Seja para fazer o bem com suas criações ou assustar a todos com o lado sombrio dos seus experimentos, trabalhos científicos são necessários para o desenvolvimento da humanidade.

Além de cientistas malucos, governos também são conhecidos por manter laboratórios secretos ou realizar façanhas que até Deus duvida, sem chegar ao conhecimento público. Veja algumas experiências malucas feitas em humanos que você já mais desconfiaria que foram feitas.

1-Estudo da sífilis de Tuskegee

Esse estudo foi feito pelo Serviço de Saúde Pública dos Estados Unidos a partir de 1932. Foram escolhidos para participar do experimento 600 homens afro-americanos, 399 com sífilis e 201 sem. Os que tinham a doença não receberam medicamentos porque o governo queria garantir o acompanhamento da progressão sem interrupção de alguma intervenção médica. Os homens não tiveram voz e não foram indagados se queriam ou não participar dessa pesquisa. porque nunca os foi falado do que se tratava.

2-Transfusões de sangue bovino

Um bioquímico chamado Edward Cohn fez uma experiência, em 1942, com o patrocínio da Marinha dos EUA. A Marinha tinha contratado Cohn para participar de um projeto secreto para descobrir uma possível arma biológica. Seu trabalho era injetar sangue de vaca em prisioneiros. Isso era feito para detectar uma proteína que poderia ser usada no caso de uma futura guerra. Os 64 prisioneiros que tiveram o sangue injetado sofreram efeitos catastróficos e morreram.

3-Teste de plutônio

Em meados da década de 1940, os EUA estavam trabalhando no Projeto Manhattan no esforço de criarem uma bomba atômica. Como os efeitos da radiação da bomba eram totalmente desconhecidos, o governo passou anos estudando e fazendo experiências em seus próprios cidadãos.

4-Gás Mostarda

Durante a Segunda Guerra Mundial, o governo dos EUA realizou vários experimentos em seus próprios soldados para testar a eficiência das máscaras de gás e roupas de proteção. Estima-se que cerca de 60 mil pessoas foram utilizadas para a realização desses estudos, principalmente homens brancos. Mas japoneses e afro-americanos também foram usados para identificar possíveis diferenças na pele.

5-Operação Mar-Spray

Em setembro de 1950, o exército dos EUA estava fazendo um experimento secreto para testar a possibilidade de uma guerra biológica perto da costa oeste. Eles fizeram isso liberando armas biológicas nas ruas de São Francisco para testar os efeitos. Eles liberaram um tipo de bactéria para ver como isso afetaria a população. Isso foi feito sem o consentimento dos cidadãos.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Curiosidades e variedades

Comente pelo Facebook:

Ou use nosso sistema de comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também:

Algo de errado não está certo (16 imagens)

Constantemente encontramos diversas imagens na internet com algum detalhe um tanto bizarro…