Mulher bandida

27

Um casal dormia profundamente, como inocentes bebês…
De repente, lá pelas três horas da manhã, escutam ruídos fora do quarto.
A mulher se sobressalta e, apavorada, sussurra para o homem que dorme ao seu lado:
– Aaaaaiiiiiii, meu Deus, deve ser o meu marido!!!
O cara se levanta rapidamente e, ensandecido, pula pelado pela janela.
Na queda, se arrebenta nos espinhos de uma roseira e, quando sai da roseira, cai sentado com a bunda numa moita cheia de urtiga.
Todo machucado e coçando mais que cachorro vagabundo cheio de pulgas, ele volta irritado e diz à mulher:
– Sua louca, maluca, pirada do cacete… olha a merda que eu tô! Teu marido sou eu, pô!!!
– Ah, é?!?!? E pulou a janela porquê?

Moral da história:
“Consciência pesada é um problema sério, muito sério…”

Mulher bandida
Qual sua nota para o post?

Comente pelo Facebook:

Ou use nosso sistema de comentários:

DEIXE UMA RESPOSTA