Início Curiosidades e variedades Os diversos vícios sexuais

Os diversos vícios sexuais

21 min read
1
0
378

Existem diversos tipos de vícios sexuais. Muitos deles estão listados aqui abaixo. Qual – ou quais – vocês acham mais toscos?

Acomioclitismo – Atração sexual por genitais depilados.

Acrofilia – Atração sexual por aviões ou pela prática sexual no interior de aeronaves.

Acusticofilia – Prazer em ouvir sons específicos.

Agorafilia – Indica o desejo incontrolável de praticar sexo em lugares abertos, ou ao ar livre.

Alveofilia – Desejo de manter relações sexuais dentro de uma banheira.

Amaurofilia – Forma de fetichismo em que há atração sexual por parceiros cegos ou vendados.

Amomaxia – Prazer em manter relações sexuais no interior de veículos estacionados.

Anaclitismo – Excitação por objectos infantis como fraldas e chupetas.

Anofelorastia ou Hierofilia – Prazer sexual decorrente da profanação de objetos sagrados.

Apotemnofilia – É a preferência sexual por pessoas que tenham alguma parte do seu corpo amputada, pois a excitação é proporcionada justamente pela falta daquela parte. Quando a excitação acontece quando um membro do próprio corpo é amputado, chama-se apotemnofilia ou amelotatista. Devotee é o indivíduo que é atraído sexualmente por pessoas que são amputadas.

Asfixiofilia – Ou asfixia erótica, é uma prática em que o estímulo sexual decorre do ato de apertar o pescoço do parceiro até à quase a perda da consciência antes ou durante a penetração.

A.S.F.R. – Sigla que em inglês significa ´´alt sex fetish robot´´, prática fetichista em que o prazer sexual está em manter relações sexuais com autómatos ou pessoas que se fazem passar por robôs, obedecendo rigorosamente aos comandos do ´´programador´´.

Autoagonistofilia – Forma de exibicionismo em que o estímulo sexual provém de se deixar ver por terceiros durante o ato sexual.

Autoescopofilia – Forma de narcisismo em que há prazer na admiração dos próprios genitais.

Ballooning – Forma de fetichismo em que os portadores, denominados looners, sentem excitação sexual ao ver ou tocar balões de látex ou ver mulheres interagindo com eles.

BBW – A sigla significa ´´big beautiful woman´´ (mulher gorda e bonita), ou seja, indica atracção sexual por mulheres gordas, porém bonitas ou atraentes. Os admiradores de mulheres com esse tipo físico se chamam ´´fat admirers´´ ou simplesmente ´´FA´´.

Biastofilia e Raptofilia – Termo derivado do grego biastes (violação) a biastofilia é uma prática em que o desejo sexual depende ou responde ao ato de atacar de forma inesperada e violenta a uma pessoa, preferencialmente estranha, sem o seu consentimento. É um desvio que pode ser observado nos assassinos em serie. Em sentido oposto, quando o desejo sexual surge da possibilidade de ser vítima desses ataques, estamos diante de uma raptofilia.

Braquioproctosigmoidismo – Atividade sexual relativamente comum entre homossexuais masculinos em que o parceiro reclama, como principal forma de prazer, a introdução dos dedos, mão ou mesmo o antebraço através do ânus até ao recto. A prática é também conhecida como fist fuck ou simplesmente fisting. A denominação inglesa vulgar engloba também o ato de introduzir o punho através da vagina.

Clismafilia – É a excitação sexual causada de preferência ou exclusivamente por enemas. Enema, enteroclisma, ou clister, são nomenclaturas que designam a introdução de líquido no ânus para lavagem, purgação ou administração de medicamentos.

Coprofagia – É a prática de ingestão de fezes. Isto ocorre naturalmente em algumas espécies de animais, como cães, gatos, insetos e aves. Relata-se também tal prática em seres humanos, porém sob a categorização de patologia de ordem psíquica, ou desvio sexual. Os casos mais abundantes desta prática são provenientes do oriente. Em práticas de dominação sexual entre duas ou mais pessoas a pessoa dominante por vezes pode defecar sobre o seu escravo, não só no corpo como também no rosto ou até dentro de sua boca obrigando-a até a ingerir as suas fezes (da pessoa dominante).

Crematistofilia – Excitação proveniente do ato de pagar pela prática sexual.

Crush Fetish – É o desejo de ver pequenos insetos ou animais serem esmagados até a morte. Objetos inanimados, tais como cigarros, frutas ou brinquedos, também servem como estímulo.

Dacriofilia – Forma de sadismo em que o prazer sexual decorre de presenciar as lágrimas do parceiro.

Dismorfofilia – Atração sexual por pessoas deformadas.

Dolismo – Neologismo formado do vocábulo inglês ´´doll´´ (boneca), que indica a atracão sexual por bonecas, manequins e similares. É uma forma de pigmalionismo.

Dom-juanismo – Personalidade que se manifesta compulsivamente às conquista amorosas, sempre de maneira ruidosa e exibicionista e sem que se estabeleça uma relação emocionalmente estável.

Efebofilia – Por vezes referida como hebefilia, é uma orientação ou preferência sexual na qual um adulto tem uma atração sexual primária por adolescentes. Nas áreas da Psiquiatria e da Sexologia, a efebofilia é definida como uma doença na qual a obtenção de excitação sexual e de orgasmo, por parte de um adulto,
é dependente do parceiro ser um adolescente ou de fantasiar envolvimento com adolescentes. O efebófilo pode ser de ambos os sexos.

Emetofilia – Prazer sexual com a visão de pessoas vomitando ou contato com a substância.

Entomocismofilia – Atividade sexual que incorpora insetos como moscas, abelhas, aranhas etc.

Escoptofilia – Forma de voyeurismo caracterizada pelo prazer em observar relacionamento sexual de terceiros pelo telescópio.

Estigmatofilia – Excitação por tatuagens, cicatrizes, piercings e similares.

Falofilia – Predileção por parceiros sexuais com pênis avantajados.

Figefilia – Prática sexual com cartas ou correspondência.

Filatelofilia – Prazer sexual com selos postais.

Flagelatismo ou Flagelação – Forma de fetichismo, geralmente relacionado com o sadomasoquismo, em que o sofrimento do parceiro é especificamente infligido por meio de chicotadas. Uma variante é o bondage (escravidão, servidão), na qual o prazer é obtido pelo ato de amarrar e imobilizar o parceiro ou pessoa envolvida. Pode ou não envolver a prática de sexo com penetração.

Flatofilia – Forma de coprofilia caracterizada pelo prazer em sentir o odor dos gases intestinais provenientes do parceiro.

Fobofilia – Excitação sexual através do medo. Prazer em sentir medo.

Frotteurismo – É a excitação sexual resultante da fricção dos órgãos genitais no corpo de uma pessoa completamente vestida, no meio de outras pessoas, como em ônibus e elevadores. Geralmente estes sintomas acontecem entre os adolescentes e adultos mais jovens, por estarem mais estimulados por hormonas sexuais.

Frutifilia – Atividade sexual envolvendo frutas.

Hipnofilia ou Onirofilia – Excitação em contemplar pessoas adormecidas.

Iatronudia – Excitação no ato de despir-se perante o médico.

Iconolagnia ou Pictofilia – Estímulo sexual exacerbado diante de arte erótica ou pornográfica.


Incesto – É a relação sexual ou marital entre parentes próximos. É um tabu em quase todas as culturas humanas, sendo por isto considerado um tabu universal. Em alguns casos é punido como crime, em outros é considerado “pecado” (como o é para as maiores religiões do mundo). São consideradas incestuosas, geralmente, as relações entre pais e filhos, entre irmãos ou meio-irmãos, ou entre tios e sobrinhos. As relações entre primos, na maioria dos países, não são consideradas incesto, já que é permitido o casamento entre eles.

Lactofilia – Atração sexual por mulheres em período de amamentação.

Hirsutofilia – Atração sexual por pessoas com grande quantidade de pelos.

Homiliofilia – Prazer sexual em assistir conferências.

Hibristofilia – Atração sexual por pessoas que tenham cometido crimes graves ou actos de atrocidade.

Furry Fandom – É a classificação dada às pessoas que gostam de vestir-se como animais, ou ver outras pessoas vestidas.

Emetofilia – Excitação obtida com o ato de vomitar ou com o vômito de outro. É, também, conhecido como Banho Romano.

Fetiche de sangue – Ocorre quando uma pessoa obtém satisfação em assistir a alguém sangrar, ou simplesmente vendo sangue num corpo nu.

Maieusofilia – É o ato que consiste em sentir excitação sexual com mulheres grávidas e/ou pela visualização de partos.

Metrossexualismo – Uma forma de narcisismo masculino é atualmente denominada metrossexualidade. O termo metrossexual, cunhado em 2003, é utilizado para definir o homem urbano de grande senso estético e que gasta boa parcela de seu tempo e dinheiro (mais de 30%) com sua aparência e estilo de vida.

Necrofilia – Com base nas palavras ´´morto´´, ´´cadáver´´ e ´´amor´´ esta é uma doença caracterizada pela excitação sexual decorrente da visão ou do contato com um cadáver. O fenômeno da necrofilia é conhecido desde os mais remotos tempos da história humana, podendo ainda hoje ser observado como costume comum (às vezes até sacralizado) em certas tribos africanas e asiáticas, bem como em manifestações esporádicas na chamada civilização ocidental.

Omorashi – Consiste na excitação sexual por estar ou ver um parceiro com a bexiga cheia. Para os praticantes deste fetiche, o clímax normalmente coincide com o momento de alívio e constrangimento experimentado quando a pessoa perde o controle da bexiga. A maioria dos vídeos omorashi apresentam inocentes mulheres jovens, completamente vestidas, em situações embaraçosas na casa de banho.

Ofidiofilia – Prazer na prática de manobras sexuais envolvendo serpentes.

Partenofilia – Excessiva atração por mulheres virgens.

Pedofilia – É a perversão sexual na qual a atracção sexual de um indivíduo adulto ou adolescente está dirigida primariamente para crianças pré-púberes, antes da idade em que a criança entra na puberdade. Segundo o critério da OMS, os adolescentes de 16 ou 17 anos são também classificados como pedófilos, se eles tiverem uma preferência sexual persistente ou predominante por crianças pré-púberes pelo menos cinco anos mais novas do que eles.

Pigofilia – Excitação sexual pela visão ou contacto com as nádegas do parceiro.

Podolatria – É um tipo particular de fetiche cujo desejo se concentra nos pés. São atos comuns que levam o podólatra a ter excitação e prazer sexual ao ver, tocar com as mãos, lamber, cheirar, beijar ou massajar os pés de outra pessoa. Muito raramente um fetichista pode ter prazer quando os próprios pés são objeto dessas ações.

Sexo virtual, cybersex, computer sex, internet sex ou net sex – Forma de masturbação em grupo, praticada através da Internet. Como o foco do desejo fica centrado na virtualidade do prazer sexual, contribui para um isolamento sócio-afetivo.

Tafofilia – Prazer mórbido em manter relações sexuais em cemitérios.

Trampling – É uma forma de fetichismo em que o prazer sexual consiste em ser pisado por um ou mais parceiros, geralmente do sexo oposto, sendo mais comum a mulher pisar o homem.

Urofilia – Está designada à excitação associada ao ato de urinar ou receber o jato urinário do parceiro, chegando-se, em alguns casos, a beber a urina. A urina pode ser depositada no ânus ou vagina. É também designada como Ondinismo ou Urolagnia ou pelo termo popular ´´Chuva Dourada´´.

Voyerismo – É uma prática que consiste num indivíduo conseguir obter prazer sexual através da observação de outras pessoas. Essas pessoas podem estar envolvidas em atos sexuais, nuas, em roupa interior, ou com qualquer vestuário que seja apelativo para o indivíduo em questão, o voyeur.

Zoofilia – É uma doença definida pela atração ou envolvimento sexual de humanos com animais de outras espécies. Tais indivíduos são chamados zoófilos.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Curiosidades e variedades

Comente pelo Facebook:

Ou use nosso sistema de comentários:

Um comentário

  1. Raul Anderson

    30 de novembro de 2013 at 6:08

    Ué? Cadê os comentários…… Hahahahahahahhahahaha Tão tudo Facefilia…. kkk xP

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também:

Porque os homens assistem tanta pornografia

O rapaz chega em casa depois de fazer uma série de coisas em sua vida pessoal, podendo ser…