O coelho e a cobra

29

Numa manhã, um coelho cego estava descendo para a sua toca quando dá um encontrão numa grande cobra que ali estava.
– Desculpe-me – disse o coelho, – não tinha a intenção de trombar com você, é que eu sou cego!
– Não há problema – responde a cobra – mas se pensar bem a culpa foi minha, que não percebi você chegar; é que eu também sou cega! Mas, por outro lado, que tipo de animal é você?
– Bem, não sei muito bem, sou cego, nunca me vi! Talvez você me consiga examinar e descobrir que tipo de bicho sou eu…
Então a cobra apalpou o coelho e disse:
– Bem, você é macio, tem longas e sedosas orelhas, uma cauda que parece um pompom e um pequeno nariz. Você deve ser um coelho! O coelho ficou tão contente que dançou de alegria.
Então a cobra disse que também não sabia que tipo de animal ela era e o coelho concordou em tentar descobrir.
Após ter examinado a cobra, o coelho respondeu:
– Você é dura… é fria… é viscosa e não tem ovos, mas parece masculina… Você deve ser a Dilma Roussef!

O coelho e a cobra
Qual sua nota para o post?

Comente pelo Facebook:

Ou use nosso sistema de comentários:

DEIXE UMA RESPOSTA