Problemas do Pinóquio

80

Pinóquio tinha uma namorada humana e, sempre que eles tentavam transar, tinham que parar no meio:
— Ai, Pi! — reclamava ela — As farpas do seu pênis de madeira estão me machucando!
Um dia o seu criador Gepetto passou pela sala e viu o boneco todo tristonho.
— O que foi, meu filho? — Perguntou o velho.
— Ah, pai. Tô tendo uns problemas aí com minha namorada. É um saco esse negócio de ser boneco. Toda hora ela reclama que têm farpas no meu pênis!
— Mas esse problema é fácil de resolver! — disse Gepetto mexendo nas suas ferramentas — É só eu esfregar uma lixa no seu membro, para aparar as arestas… Deixa comigo!
— Peraí, pai! — disse Pinóquio, meio sem graça — Se o senhor não se importar eu mesmo posso fazer isso… Sabe como é, né? Eu fico constrangido!
Gepetto entendeu e deu uma lixa novinha ao boneco.
Algumas semanas depois, Gepetto lembrou-se do caso e foi ter um papo com o filho de madeira:
— E a namorada, filho, como vai?
— Ah, pai… Não tenho mais namorada…
— Mas por quê? — perguntou ele, inconformado.
— Ah, pai… Ela terminou tudo… Acho que eu lixei demais!

Problemas do Pinóquio
Qual sua nota para o post?

Comente pelo Facebook:

Ou use nosso sistema de comentários:

DEIXE UMA RESPOSTA